publicos

segunda-feira, 17 de março de 2014

Risotto de Brie com Amêndoas

                                                                                       
A palavra, em italiano, é diminutivo de "riso" (arroz). Com origem em dialeto lombardo-piemontês, com o sentido de "sopa enxuta". Não por acaso, que tem mesmo consistência de sopa grossa. Quase como uma papa. E risoto bom para os italianos, não custa lembrar, deve ter consistência "all'onda" - de uma onda. O prato deve ser feito com arroz "corto" (pequeno) e "tozzo" (gordo), que libera amido na medida certa - fazendo com que os grãos fiquem juntos, cremosos, mas sem encharcar. Ideal, para o prato, são os italianos arbório, vialone nano ou carnaroli. Na falta deles, pode-se usar o parbolizado. A expressão vem do inglês "to parboil", que significa pré-cozido. Contribuição americana a um prato tipicamente italiano. 
Separei para vocês uma receita muito fácil, elegante, de sabor delicado e encantador:
 
Ingredientes:
2 xícaras de arroz tipo arbório
1/2 cebola picada em pedaços pequenos 
200g de queijo brie picado
2 dentes de alho
1/2 xícara de amêndoas sem pele (para retirar as peles das amêndoas, ferva-as por dois minutos e puxe a pele com os dedos após esse tempo - ela sai com grande facilidade)
1 cálice de vinho branco seco
1 litro de caldo de legumes(água + 1 tablete de caldo de legumes)
sal e pimenta a gosto
ciboulette picada para servir
1 colher de sopa de manteiga sem sal

Modo de Preparo:
Esquentar o caldo de legumes e deixar em fogo baixo. Em uma panela de fundo grosso, refogar a cebola e o alho até ficarem levemente dourados. Acrescentar o arroz e refogar por mais três minutos. Diminuir o fogo e acrescentar o vinho. Mexer bem, até evaporar um pouquinho o álcool e acrescentar uma concha do caldo de legumes e um pouco do queijo. Mexer constantemente. Repetir o acréscimo de caldo e queijo, mexendo sempre, até que o arroz esteja macio. Por último, acrescentar as amêndoas e, com o fogo desligado, uma colher de manteiga, mexendo uma última vez. Servir com a ciboulette salpicada por cima.

Harmonização: Woodthorpe Sauvignon Blanc 2007 (Te Mata). Ótimo Sauvignon Blanc da Nova Zelândia, um dos maiores nome do país. Mostra um exuberante bouquet com notas cítricas, típicas da casta. Na boca é fresco, amplo e muito cativante. Outro sauvignon Blanc ao seu gosto também cairá bem. ;)

O risotto combina divinamente com a culinária moderna, é um prato sempre atual: é saboroso e muito prático, pode ser servido como prato único ou servir de acompanhamento com frangos, carnes, peixes, frutos do mar e é usado até para pratos doces. Não é mesmo um querido "rei da versatilidade" na cozinha?
Adoro!